Accueil

 

MELACANCHON

MELMAN Charles
Date publication : 16/06/2021
Dossier : Traduction éditoriaux
Sous dossier : En portuguais

 

                                                      MELACANCHON

 

Enfim uma boa notícia: devo existir, pois estou sendo publicamente atacado. Deixem-me voltar a vestir minha capa mágica e empunhar minha espada a laser, vou contar para vocês. Um amigo (demasiadamente emotivo) me relata que numa dessas redes sociais cuja produção permite a purgação cotidiana de seus emissores, uma moça valente se sacrifica às ordens de seus chefes e sobe no vaso sanitário para ridicularizar uma conferência que dei na EPHEP. Fazia muito tempo que eu achava que estava esquecido, muito velho, aposentado: de modo nenhum. Num mundo onde tudo está se degradando, é a virulência de sempre que infla os mesmos Dalton, vocês conhecem aqueles dois irmãos (cada um deles vale por dois) que surrupiaram a herança de Lacan e continuam bem preocupados - que bela constância - em apagar todos os traços de seus malfeitos. É verdade que o mais novo assume alguns riscos se esforçando em parecer o porta-voz de Mélenchon, que zelosamente cumpre ele próprio muito bem a função, mas um caçula sempre se sente obrigado a tentar se impor a seu irmão mais velho.

Eu estava nisso, demorando-me nos buracos feitos pelas traças em minha capa, quando subitamente exclamei: mas é claro! Meu orgulho me fazia crer que eu estava sendo visado enquanto – isso é imaginável? - é o corajoso Patrick Landman que está na mira! Militante de fato da causa dos psis, ele se viu associado aos nossos dois especialistas em agitação, que estavam decididos a fazê-lo saber o preço de se dar com eles, e que terá que escolher entre a EPHEP, para a qual contribui com suas conferências, e eles, os Dalton. Até porque está em curso uma grande operação que visa à absorção por eles do Espace Analytique, agora que o Alzheimer dos fundadores faz esquecer aquilo que foi originalmente o protesto deles diante do surrupio pelos dois espertalhões do trabalho do sogro e de sua transformação em uma central de franchising.

Foi assim que tirei minha capa definitivamente gasta para jogá-la no lixo e me instalei numa cadeira de balanço no terraço para acompanhar a continuação dos acontecimentos.

Assinado: Judex

 (Melman disse que concordava com a publicação destas linhas e ele realmente tem razão.)

 

Les responsables pour la traduction sont Eduardo Rocha, Monica Magalhães, Maria Idália de Góes, Simone Gryner e Marcelo J.de Moraes (cartel de traduction du Espaço-Oficina de Psicanálise)

Espace personnel