Accueil

 

O comunitsarismo

MELMAN Charles
Date publication : 16/04/2021
Dossier : Traduction éditoriaux
Sous dossier : En portuguais

 

O comunitsarismo


O neologismo parecerá excessivo e mal atenua o embaraço em que estamos de dever renunciar para significar a pertença à “comunhão”, termo limitado à relação com Deus, em proveito de “comunitarismo” que sua desinência vai espontaneamente anexar a todos os autoritarismos.

A prova disto é que as comunidades de psicanalistas raramente deixarão de debater ou de se debater com quem ou com o que faz autoridade para elas: negócio portanto de significante.

Entretanto é patente que o que as reúne e é suposto fazê-las se reunir é o Real, que na ocasião não tem outro nome senão aquele de seu próprio grupo. Única maneira de fazer escutar o nada que as comunitarisa, com o risco de que seja preciso ao menos um deles ou então cada um para aí fundar seu dizer e cuja autoridade nisso seja reconhecida.

Caso contrário, a praga, da balança naturalmente, oscila entre os ditos diversos tipos de neurose ou o dogmatismo imposto pelo carisma de um ou outro.

Como nós somos fracos, Senhor, por não poder nos dispensarmos de ti e de te fazer renascer.

 

Ch. M.

5 de abril de 2021

 No original fléau, tem também o sentido de flagelo.

 

Traduction faite par Letícia Fonsêca  

Espace personnel