Accueil

 

Eudito

MELMAN Charles
Date publication : 21/07/2020
Dossier : Traduction éditoriaux
Sous dossier : En portuguais

 

Eudito
 
O sentido de meus bilhetes não é senão o de enfatizar o quanto o ensino de Lacan permite a legibilidade dos fenômenos estranhos que fraturam nossa cultura e assim nos orienta quanto à conduta ou as posições a serem sustentadas. A sustentar, se considera-se que os falsos buracos invalidam as ações que eles suscitam e transformam a alienação em escravidão.
 
Consideramos em nosso encargo o tema recorrente da igualdade.
 
Ele teve outrora seu sentido, político, no combate do Terceiro-Estado com a aristocracia. Mergulhado nas relações econômicas, sociais, conjugais, ele se torna hoje deletério uma vez que ressuscita o fantasma de uma sociedade de mestres (o pinto para todos) ele abre o leito da tirania: morte ao outro, morte ao Outro. Viva o chefe! que nos torna todos idênticos.
 
Eu não escolhi esse tema por acaso uma vez que, desde Viena, assombra as comunidades analíticas, sofrendo por serem privadas do ao-menos-um que legitimaria seus conceitos. Desde então os candidatos se apressam em indicar a chave mágica que abriria a caixa para sardinhas: porque tem-se fome do chefe que nos permitiria ser imprensados junto, no calor, igualitariamente
 
E aquele que se encontra delegado no lugar do ao-menos-um para lembrar dessas verdades, desobriguemo-nos de reduzi-lo a 0, a fim de que enfim um assassinato ressuscite, contudo prá valer, o Um que não era senão o produto de uma vontade general.
 
Se eu dizia recentemente, numa discussão com Safouan no Espaço Analítico: Édipo era um pobre coitado e a mãe não é o objeto do desejo senão porque ela se encontra impedida. Mas não pelo pai, pobre diabo, mas pela própria estrutura do desejo. Vão então viver com a mãe de vocês, e vocês verão em que isso vai dar.
 
Conto tudo isso, aliás bem conhecido, para dizer que o signatário dos editoriais não é o autor destes, mas seu produto. É por isso que ele legitima – mais uma vez ainda, a lei da linguagem – que eles sejam doravante assinados com seu verdadeiro nome, como este que segue...
 
                                                                                             Eudito
                                                                                             10 de julho de 2020
 
Traducão : Leticia P. Fonseca

Espace personnel